Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘emprego’

“Sobraram três alternativas, uma na área de laboratórios farmacêuticos , outra na área odontológica e a ultima para a empresa de departamento, esta ultima sem data agendada”

Imagem

Antes de finalizar, ou melhor, começar e finalizar, ficou esquisito colocado desta maneira, mas vamos lá: Neste texto finalizarei este assunto, tenho sido cobrado pelo final da história e como podem ver não tenho escrito muito, apesar de sentir falta. Estou trabalhando muito e recomecei minha faculdade, portanto o tempo esta escasso.

O pior é que tenho tanta coisa para falar das 3 oportunidades que escrevi acima, tentarei descrever os melhores ou piores momentos delas.

 

1) O laboratório Farmacêutico- Para tentarem imaginar vou descrever o cenário: Eu, desempregado, já desesperado, num ramo que nunca havia sequer imaginado entrar e ainda sem conhecimento nenhum dos produtos. Na entrevista foram duros, questionaram porque estava ali, óbvio não é? Mas diplomaticamente respondi. Queriam saber da minha disponibilidade, das minhas experiências e como eu tinha conseguido aquela entrevista, já que não era do ramo, resumindo gostariam de identificar minhas credenciais e o ” calibre do pistolão” que me indicou. Após 1 hora de entrevista ouvi o famoso ” entraremos em contato”, estou esperando até hoje.

2) Esta opção era a mais complicada, pois era uma seleção em fases eliminatórias, eram 100 candidatos dos quais 12 foram selecionados e estariam ali sendo analisados em dinâmicas individuais e em grupo. Acontece que eu ainda tinha um certo receito em relação a remuneração, que era bem abaixo do mínimo a qual eu estava disposto a aceitar, não por vaidade mais sim porque se não não pagava as contas. 

Para não me estender muito , não preciso falar que passei todas as fases, fiquei entre os 3, e no final na entrevista individual fui escolhido, e agora? Tentei negociar outro salário, mas não teve jeito, tive que declinar, havia gostado muito, mas não deu.

3) Minha terceira opção – Esta opção foi a mais rápida, após ser entrevistado por dois diretores da empresa , fui direcionado para o RH que já deu o de acordo e me enviou o para a contratação. Neste emprego fui contratado como Gerente Geral de uma loja nova, já iniciei conhecendo um dos diretores, pai de um amigo da minha filha no colégio, o que me deixou mais tranquilo. é isto, estou contratado após esta saga de meses.

Mas não pensem que a história acabou…………..não que tenha saído do emprego, mas tenho outras histórias, resolvi dar um fechamento e não deixar vocês sem o final desta novela.

 

Gostaria de que você que acompanhou toda esta saga, se um dia passar por isso, não entre em pânico, sempre mantenha a esperança, nunca desista, a persistência renderá frutos.

Read Full Post »

20130618-231741.jpg

Primeiro, gostaria de me desculpar com quem tem acompanhado esta saga, realmente ando tão esgotado com este dia a dia de afazeres que já tem um tempo que postei sobre este assunto ( mesmo já tendo toda a história pronta).

Tentarei liquidar este assunto o mais breve, até mesmo porque tenho outros projetos.

Quem estiver lendo pela primeira vez aconselho entrar no site e ler do inicio para entender esta jornada.

Após os acontecimentos passados e a grande expectativa por novas oportunidades, começou uma nova etapa de espera.

Aguardei 1 semana até ter alguma resposta, foi quando aquele pai ( ver parte 11) , diretor de uma grande empresa me ligou e pediu para me encontrar no final do dia ou melhor, bem no final da noite, pois encontrei com ele as 22 hs.

Conversamos um bom tempo , até então não sabia nem a empresa dele, foi quando para minha surpresa , descobri que ele é um dos principais diretores de uma das maiores lojas de dpto do Brasil.

Após um papo agradabilíssimo ele disse claramente que precisava de gente e tinha que ser ” para ontem”.

Fiquei muito feliz , era a primeira chance real de emprego, acabamos agendamos uma entrevista na sede da empresa no centro da cidade na semana seguinte , com o RH e outro diretor da empresa. Não sei porque , eu estava meio desconfiado , ficava pensando – ” aí tem coisa “, esta tudo
muito fácil . Agora era só esperar , de novo.

Paralelamente outras coisas ocorriam.

Lembram da empresa de telecomunicações ? Pois bem , ela ligou e marcou uma entrevista, sei que fui um chato com este meu amigo que havia me indicado, ligava diariamente para ele, sem falar nos SMSs, mas se eu não fizesse isso, quem faria por mim?

A entrevista foi na sede da empresa, um pomposo prédio próprio , entrada com pé direito alto e uma grande recepção com direito a 4 recepcionistas. Na hora de subir para o andar o primeiro mico, entrei no elevador e cadê os botões ? No de um lado, de outro, entra gente , sai gente e eu descendo e subindo os andares . Resolvi encarar a desgraça e perguntar como parar no andar correto . Descobri que tem que apertar do lado de Dora só elevador o andar onde você ira , vai entender.

A entrevista ocorreu sem problemas, os questionamentos , os objetivos da empresa, as metas e principalmente o Salario estavam todos de acordo com minhas expectativas, e acreditei que na deles também , ou não. Ficaram de dar uma resposta em até 7 dias, e adivinhem? Lá estava eu esperando novamente .

Passou-se uma semana e muita coisa aconteceu. Na minha cabeça as duvidas eram muitas, a chance de vários empregos ao mesmo tempo, estava ” na crista da onda” , no melhor momento . Apesar da entrevista na empresa de dpto ter sido adiada duas vezes, eu estavam com duas oportunidades boas em andamento, estava na maré de sorte, pelo menos era o que eu achava

Não sei o que aconteceu , mas a “uruca” desceu e tomou conta de tudo.

Vou tentar resumir a desgraça . Nem sei por onde começar , foram tantas coisas.

A minha vaga na empresa de telecomunicações já era, apesar das indicações ou da excelente entrevista ou até mesmo meu perfil encaixar perfeito na vaga, não deu certo, eu desconfio que seja pela falta do superior completo, mesmo eu me formando daqui a 3 meses, eles exigiram superior. Achei um descaso, nem me ligaram para avisar que a vaga havia sido preenchida, fiquei sabendo por um amigo que trabalhava lá em outro setor. Eu já tinha imaginado minha mesa, o trajeto, onde iria no almoço , tudo! Que balela!

Achou que ficaria por isso mesmo ? Não! A desgraça veio em cachos!

A vaga na instituição financeira que estava em analise ha mais de 40 dias e era ” quase” certa , já era também, fiquei sabendo somente porque liguei insistentemente para o rh, outro descaso.

Sobraram três alternativas, uma na área de laboratórios farmacêuticos , outra na área odontológica e a ultima para a empresa de dpto, esta ultima sem data agendada.

Read Full Post »

20130515-233727.jpg

Nosso pensamento é estranho , nesta fase de espera por respostas aguardando a boa vontade do RH, você já não consegue aproveitar e sair, se divertir e por mais que eu tenha a tranqüilidade financeira momentânea com os recursos da minha recisão , a possibilidade de uma emergência e a necessidade de mais recursos começam a preocupar.

Ja passaram quase 3 meses de procura por uma oportunidade , o que acalenta os nervos são as promessas, mas as vezes parecem utopias.
A fé fica abalada e precisa ser renovada a cada instante, o pavio anda curto, estou aproveitando para colocar em ordem as coisas do meus filhos, estou acompanhando o colégio , matriculei meu filho no inglês ( com a grana da rescisão paguei logo 1 semestre), pois desta maneira me sinto útil .

A noite estou ficando agitado e sonhando com as pessoas me chamando para entrevistas e por mais que eu tente controlar estes pensamentos, continuo agitado e passei a dormir tomando calmante natural ( maracujina).

Hoje tenho algumas frentes que me trazem esperança:

1- Instituição financeira – tomou a iniciativa de me entrevistar , mas parece que o processo parou, pelo que me dizem esta correndo dentro do prazo, mas não estou tendo amparo nenhum do RH deles.

2- Laboratórios Farmaceuticos – tenho alguns CVs espalhados por diversos Laboratórios , em diversos setores. Tenho indicação de pessoas de diferentes cargos, de gerente a diretor, mas tudo que ouço é : ” estou verificando”.

3- Multinacional de Alimentos – Meu CV esta também em processo avançado em uma grande empresa de alimentos, aguardando vaga, que deve aparecer a qualquer momento, ou não.

4 – Empresa de telecomunicações – Esta vaga é ” certa” , só esqueceram de me chamar.

Hoje consigo ver claramente o quanto as empresas devem olhar para seu RH, ver como ainda existe terreno para evoluir. Este departamento de Recursos Humanos e não lixos humanos, deveriam ter mais cuidado e carinho com os candidatos, dar mais informações , feedbacks , positivo ou não , pois desta maneira fica mais fácil saber nossa real situação , se é de desespero total ou de grandes chances de voltar a trabalhar.

Read Full Post »

20130424-160125.jpg

Por mais que eu soubesse que a hora é de aguardar acabei ligando para algumas pessoas tentando descobrir minhas chances reais de contratação. Liguei para um amigo que já havia trabalhado na empresa e pedi que verificasse se existia alguma novidade, um clássico serviço de araponga , mandei também um email para a recrutadora dando feedback da entrevista dizendo que havia gostado da empresa e da entrevista, que embora estivesse com alguns processos ” engatilhados ” daria preferencia a esta oportunidade , balela , na verdade não estava nem escolhendo mais, quem chegar primeiro leva isso.

Zero, nada de respostas após quase uma semana de longa espera. As expectativas eram boas, mas ainda eram promessas. Comecei a pensar em mais opções, outras empresas, precisava de um plano B, C, D …

Algumas respostas eram enviadas na rede social Linkedinn , da qual possuo perfil e venho adicionando pessoas que possam me dar algum tipo de ajuda indicando processos de seleção. Esta ferramenta é um caso aparte, elas até funcionam, você sempre descobre vagas em aberto, mas tudo depende de conhecer as pessoas certas, do contrario você sabe da vaga mas não tem acesso a ela, que foi o meu caso. A impressão que eu tinha era que sempre eu estava um passo atras dos concorrentes, quando chegava na vaga ela havia sido preenchida.

A sensação que eu estava neste momento era de desolação, pois a cada possibilidade de vaga, por mais remota que parecesse, me gerava uma expectativa e consequentemente uma frustração ( Até este momento pelo menos). Estou me tornando um cara cético afim de evitar ou minimizar decepções.

Read Full Post »

20130417-114531.jpg

Neste dia fiquei chateado, parece que no momento de fraqueza somos testados, como se jogassem uma isca com cifrões, acompanhada com um kit de estresse proporcional aos benefícios, são opções financeiras que nos levam novamente ao antigo ciclo estressante de acordar e ir para um emprego no qual a melhor parte é o dia do pagamento.

Antes de continuar gostaria de explicar esta situação para não parecer esnobe ou que estou recusando emprego, pelo contrario, a esta altura do campeonato as exigências são mínimas, em linguagem popular eu diria até ” ..urubu já virou pombo..”, a unica consideração era não pagar para trabalhar, ainda. Se eu tivesse a opção da escolha seria ótimo, mas já estou em uma fase critica que ” o que vier é lucro”.

Porque digo isso? Recebi uma ligação de uma grande instituição financeira, que apesar estar neste mercado a mais de 13 anos, nunca me senti compelido ou atraído por ela. De qualquer maneira, fiquei mais de uma hora conversando com a gerente de RH.

Após terminarmos eu tinha aquela sensação de ” pelo menos eu falei com ela”, já pensando que por ter levado aquela conversa de maneira descompromissada e informal não ia seguir adiante, engano meu.

No mesmo dia, na parte da tarde outra pessoa me ligou querendo agendar uma visita com o Diretor comercial regional , pois eu havia sido aprovado pelo RH que inclusive tinha me recomendado , veja só, se eu tivesse querendo este emprego na área financeira pode ter certeza que nunca mais iria ouvir falar destas pessoas.

De qualquer maneira e sendo pressionado socialmente e financeiramente a resolver esta situação de “menino do Rio”, agendei para o dia seguinte, encarei como um passeio no Centro do Rio de Janeiro, pois atuar na área financeira, centro da cidade em uma multinacional que nunca me chamou atenção, era voltar a mesma vida profissional e com um agravante, a distancia , são duas horas de carro.

Como eu disse antes , a vida nos prega peças, é um aprendizado constante, quando cheguei ao prédio da empresa, era monstruoso, novo e lindo, no elevador me perdi duas vezes, pois só depois de dois passeios descobri que tinha que apertar o andar de destino antes de entrar no elevador. A sala da entrevista era moderna e nova, fiquei impressionado.

Na entrevista conheci meu suposto superior direto, uma pessoa fantástica das quais tínhamos vários conhecidos em comum, ele se mostrou uma pessoa tranqüila e me explicou o dia a dia e o que esperava de um gerente para aquele cargo caso fosse contratado, fiquei pasmo, era tudo humano e civilizado , tranquilo e em nada lembrava os lugares de tormento que trabalhei, era um sonho e ainda por cima pagaria a mesma coisa que eu ganhava, mas com função superior a que eu tinha, era na verdade uma promoção.

O mais estranho era que ele não sabia quem havia me indicado, e o meu CV estava com ele desde setembro, ou seja 4 meses e nunca havia sequer olhado, mas agora em Janeiro mexendo nas coisas dele olhou e gostou, parece coisa do meu anjo da guarda.

Agora começa o outro dilema, a espera para saber se serei aprovado, inverteram os papéis, a ansiedade e a expectativa aumentam, uma ligação levada de maneira despretensiosa se transformou no trabalho dos sonhos , agora tenho medo de não ser chamado e menosprezar as próximas ofertas, parece aquela corrida com a cenoura amarrada na ponta, sempre fora de alcance , drástico demais? Pode ser , mas sem este drama shakesperiano não seria eu, agora é esperar.

Read Full Post »

20130416-001216.jpg

No meu caso , sair do emprego foi uma coisa involuntária, embora nos últimos 6 meses os valores da empresa que eu estava tornaram – se inversos as minhas crenças e consequentemente ocorreu um desânimo, mas serviu para tomar rédea da minha vida, de maneira forçada claro .

Esta época não ajuda muito também , pois as empresas em Dezembro não analisam absolutamente nada nesta época , portanto tudo é postergado para Janeiro.

Agora preciso confessar algo, pode parecer ignorância ou preconceito, ou os dois , mas o momento mais estranho, ou a sensação mais estranha que senti foi no ministério do trabalho, quando dei entrada no seguro desemprego, pois tudo era novidade e eu acho que no momento da concessão deste beneficio, a sensação era que estava recebendo um diploma de desempregado, a partir daquele momento eu era oficialmente um desempregado, weird.

Engraçado , o destino prega peças na gente e mais uma vez vejo que quando mais acreditamos que tudo esta encaminhado e direcionado o universo nos prega peças, nos tira da zona de conforto.

Porque esta vã filosofia? Lembrei de uma teoria que estudei muito tempo atras, quando ainda fazia Psicologia, é a teoria do caos, onde é explicado que o próprio caos possui uma lógica e uma organização . Não adianta muito se preocupar quando tudo esta um caos , mesmo depois de você ter feito tudo ao seu alcance para ter sucesso , pois a própria bagunça criada possui uma organização própria e tem como fim a organização.

Após este caos instaurado e a longa espera por 2013, mais precisamente Janeiro, tudo continuou a mesma, uma grande carência de oportunidades , continuo no mesmo barco , o dos desempregados.

Ja se passaram mais 15 dias e a pressão social e pessoal começa a crescer, as nossas forcas emocionais passam a se enfraquecer e começamos a ficar propensos a aceitar “anything” e consequentemente ficamos com os nervos aflorados , emoções prontas para transbordar.

Engraçado , achei que as coisas fosses acontecer de maneira mais rápida , mas as informações se destorcem o tempo inteiro, o que era ” certo” e não tinha como dar errado passam a depender de outros que nunca decidem, as vagas que iam ser preenchidas e também era ” certo” nunca são preenchidas, o nosso CV que sempre é elogiado parece não fazer diferença já que ainda estou aqui escrevendo e não trabalhando.

Não sei ao certo se estou ” over qualify”, me enganando ou se para nós desempregados o tempo passa mais devagar e na verdade as coisas estão acontecendo no tempo correto e nós é que estamos apreensivos , ansiosos.

Read Full Post »

A Vida como ela é ..... Simples assim!

Espaço destinado a mostrar a vida, simples como ela deve ser......

Blog do Churrasco - O original

Tudo que você queria saber sobre a arte de fazer Churrasco

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

%d blogueiros gostam disto: