Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Arts’

Hoje foi um dia sozinho, minha esposa não pode me acompanhar e quase me entrego ao ócio. Resolvi fazer uma corrida, mas desta vez In Door, na academia do meu prédio mesmo.

Um dia lindo como o de hoje me permitiu ainda um mergulho.

No início foi difícil pois faz muito tempo que não usa uma esteira, portanto a dificuldade para dar inicio foi de médio para grande. Correr sem cair já foi uma segunda missão pois ou você corre olhando para seus pés, afim de evitar enganchar na lateral ou até mesmo ir para trás e acabar a esteira, ou você segura no ” corrimão” ,  feito para quem anda ou para iniciantes idiotas que começaram a correr hoje.

20121206-161343.jpg

A corrida foi bacana, som disparando no fone de ouvido, eu estava me sentindo um corredor de verdade, até cansar, a partir deste momento fui em ritmo marcha olímpica mesmo até completar os 30 minutos.

20121206-161239.jpg

Após a corrida, eis aqui os resultados.

015 016 017 018

E para quem curte vídeos uma palhinha do dia de hoje.

Anúncios

Read Full Post »

Mais um vídeo do Beto Carrero, desta vez segue um pedaço do show Excalibur, uma cópia do show que acontece em Orlando chamado Medieval Times. Enjoy.

 

Read Full Post »

Desculpem a demora na finalização, mas segue abaixo o final do dia, eu demorei pois estava preparando um vídeo da viagem e gostaria de colocá-lo neste ultimo capítulo, espero que gostem!!

Conforme falei no post anterior, estávamos indo conhecer a ilha pirata, a entrada para a ilha tínhamos que atravessar uma ponte de corda, um barato!

Após a travessia você sai de cara para uma caveira gigante, minha filha se encolheu no carrinho e já ficou com medo, meu filho não demonstrou mas ficou ressabiado.

E passando pela Caveira você depara com uma figura gigante de pirata, já menos assustadora.

Na ilha existem diversas opções, elas se dividem em brinquedos e cenários. Os brinquedos não são muitos, tem o barco pirata, que eu amarelei pois enjoo fácil e a casa dos espelhos. Agora os cenários são demais, este sim me divertiram. Uma passagem muito boa foi quando me separei sem querer da minha família aproveitei para fazer umas filmagens e umas fotos, foi quando avistei uma passagem escondida.

Meio sinistra né? Não imaginei o que era, fiquei empolgado, parecia uma criança descobrindo um tesouro, nem imaginava o que era isso. Me aproximei lentamente, liguei o iphone, imaginei uma super filmagem ali, a porta estava meia aberta, no inicio achei que era uma entrada de serviço ou algo assim, quando empurrei a porta de ferro, chegou a fazer aquele barulho de porta enferrujada, comecei a pensar se entraria ali sozinho ou não.

” Marcelo, você é um adulto, pai de dois filhos, não seja ridículo e entra logo.”

E la fui eu, no início não enxergava nada, era muito escuro, mas quando meus olhos se acostumaram vi uma caverna escura, era um cenário imitando uma caverna de tesouro, mas era horripilante, era uma mistura de castelo do terror com Piratas do Caribe.

Para vocês entenderem o cenário, tentarei descrever, eu lembro bem pois fiquei parado analisando antes de atravessar para o outro lado.

Era uma caverna escura com uma passagem, como se fosse uma ponte de concreto, de um lado umas caveiras e uns piratas em forma de caveira murmurando enquanto umas luzes piscavam, já no outro lado umas caveiras acorrentadas, como se tivessem morrido na prisão, e lá no fundo um escuro, como se não tivesse saída. Deu para ver que não era brincadeira não é mesmo? E o pior, não tinha um visitante, fiquei imaginando se não estaria interditado aquela porcaria.

Decidi continuar a passos largos, não podia correr, ia ser muito ridículo um adulto correndo com uma câmera na mão. A estratégia que usei foi ficar olhando para a tela do celular enquanto filmava, e deu certo, passei sem problemas, mas no final, onde parecia não ter saída, na verdade era uma curva para sair da caverna. Naquela situação eu só olhava para a saída, foi meu erro pois na curva tinha uma caveira que pulava em cima de você e gritava, foi o terror, eu gelei e acelerei, sai da caverna corrento e suando frio, branco!

Dei de cara com a minha família rindo de rolar, pois é, mas agora me pergunta se eles quiseram entrar lá, o que acham? O pior foi que entraram e como eu, saiu todo mundo correndo, muito bom.

Passando este momento fui conferir os cenários, parece coisa de filme, e não poderia de fotografar com o tubarão na praia ou o navio encalhado na montanha.

Olha que barato! Em cima da montanha tem um navio pirata.

Quase fui pego na praia, tive que sair na mão com o tubarão. ( Turista não tem medo de ser feliz). Após uma série de fotas com o tubarão resolvemos encarar as atrações com água e a montanha russa.

As duas atrações com água, uma delas não era novidade, eu já havia ido no dia anterior, a outra nada mais é do que uma queda em um carrinho em formato de tronco, mas com muita molhadeira, portanto tenha outra roupa, você irá se molhar, no choice.

20121012-212216.jpg

Agora preciso contar o que foi a montanha russa ao lado deste brinquedo aquático. Veja a foto vista de longe.

Grande e chamativa não é? Não sei o que passou pela minha cabeça, ou o que não passou por ela. Antes de chegar no brinquedo aquático acima, existe uma bifurcação, e resolvi escolher o lado da montanha russa, e o pior, estava sozinho. Quando me viram eu já estava me encaminhando para a entrada.

Para me azar nem fila tinha, passei direto pela roleta, tinha um garoto de 12 anos na minha frente, e já sentados no brinquedo, na primeira fileira um casal. O garoto sentou na segunda fileira de assentos, olhei para um lado tudo vazio do outro o garoto e um lugar ao seu lado, ia ser ali mesmo que eu morreria. Antes de sentar fui obrigado a deixar meus pertences, moedas, óculos, celular dentro de uma caixa, o que aumentou minha tensão. Ao sentar na cadeira, você fica com as pernas balançando, neste momento abaixa um cinto de borracha acolchoada no seu peito e como se não bastava a pressão que ele fazia no peito e no meio das pernas, o rapaz do parque ainda veio e apertou mais. Comecei a dar conta da burrada que tinha feito, comecei a ficar sem ar antes do brinquedo sair, o suor começou a descer pela testa, vendo minha agonia o garoto ao meu lado disse:” Fica tranquilo tio é a quinta vez que venho aqui”, não fez diferença para mim, eu nem olhei para o lado.

Quando o brinquedo começou a se movimentar, comecei a rezar, pedi aos anjos da guarda que me trouxessem em segurança. O bendito brinquedo virou de cabeça para baixo umas 10 vezes, olha na foto abaixo a foto que tiraram em um dos loopings, o garoto sorrindo e eu surtando.

20121012-212222.jpg

Pois é , depois disso fiquei enjoado até o final do dia, me arrependi de não ter comprado o filme, fica a dica, compre o filme é hilário o desespero.

Da atração fomos conhecer a parte temática do velho oeste americano, um barato, fotos com roupas da época são paradas obrigatória a qualquer um. O forte também é uma atração a parte.

Depois de muitas fotos no Oeste, fomos a praça de alimentação que fica ao lado, lá um Carrossel lindo, um dos mais bonitos que já vi na minha vida, minha filha ficou extasiada, deu inúmeras voltas.

Depois ainda passamos em algumas lojas, compramos presentes para a família e nos despedimos do parque. Esta foi uma ótima opção para as férias, um parque próximo, um custo acessível e com atrações incríveis. A minha primeira ida ao parque demonstrava um estilo mais circense, hoje com o filho do Beto Carreiro ao comando podemos observar uma nova linha, ele está traçando um caminho similar aos parques americanos como a Disney por exemplo.

Fica uma ultima imagem da saída do parque, ele deixará saudades e com certeza está marcado em nossas lembranças, obrigado Beto Carreiro!

Read Full Post »

 

Acho que agora entendo um pouco a necessidade das mulheres em comprar roupas e o bem que isso faz a elas.

20120920-140655.jpg

Ontem estava em um dia meio esquisito, sabe quando você acorda meio com sono e fica a manhã inteira parecendo um moribundo? Parece que o dia esta cinza, a nada tem muita graça, meio “Walking Dead”*?

Estava aguardando um amigo/ cliente e resolvi me “arrastar” pelo shopping enquanto aguardava. Nesta andança, passei por um espelho e não gostei do que vi, fiquei meio chateado com o que vi, não gostei da figura desanimada, parada e com a barba por fazer que estava ali, aquele não era eu.

Resolvi fazer um “Extreme Makeover” relâmpago, e parece que quando acendemos esta fagulha dentro de nós, ativamos um motor de auto motivação , e neste momento parece que o universo conspira a nosso favor.

Entrei em uma loja chamada Ellet Lui , fui atendido por uma vendedora simpaticíssima que me perguntou como poderia me ajudar, na verdade nem eu sabia direito, pois tinha me motivado, mas ainda não sabia como, só sabia que eu iria virar o jogo.

Pensei no que falar para vendedora, o que eu queria? Quem sabe uma camisa nova? Estava um calor absurdo na rua, minha camisa não era mesmo uma das mais novas e já estava na hora de aposentá-la, pronto, já sabia o que queria, uma camisa nova para animar meu dia, será?

“Uma camisa nova que combine com a minha calça do terno e não seja absurdamente caro”, foi o que eu disse a vendedora. Ela procurou, procurou e nada, as camisas não combinavam com a calça, muito menos com a gravata, já comecei a achar que era ridículo o que estava tentando fazer, onde já se viu comprar uma camisa para tentar ficar animado, acho que por isso que as mulheres ficam chateadas, elas saem para comprar roupas e dar uma volta para se animar, não encontram o que querem e voltam para casa duplamente chateadas.

Vendo minha cara, um misto de decepção e desânimo, acho que a vendedora ficou com pena, mas num estalo ela me disse: “Já sei, vamos até a outra seção , você ira levar não só uma camisa nova mas também outra calça pelo preço desta camisa que estamos vendo, só temos que dar sorte com os tamanhos”. Bingo! Um conjunto de calça e camisa social do meu tamanho em uma arara no canto da loja , era 5 peças somente penduradas ali, acho que estavam me esperando. Aquilo já começou a me animar, fui rapidamente ao provador para me certificar que realmente ficaria bom. Num instante já estava vestido, me sentindo garoto propaganda de catálogo de loja de grife, os sapatos, a gravata e o cinto caíram como uma luva no conjunto escolhido, show! A vendedora acertou em cheio, lá estava eu em pé me sentindo um novo homem, por um preço maravilhoso, foi uma das melhores comprar que já fiz, acho que também pela carga emocional que estava embutida na compra.

E la vou eu para o almoço vestindo roupas novas e astral renovado, agora acho que passei entender as mulheres indo ao shopping comprar roupas.

Mas a conclusão que chego é da importância da capacidade de se auto motivar, este é o primeiro passo, não dependa dos outros para acender a fagulha dentro de você, seja comprando algo, tomando um sorvete, vendo o mar ou whatever”, só mantenha o motor da auto motivação funcionando sempre, as vezes ele só ira pegar no tranco, as vezes na porrada, as vezes um pouco de álcool no motor ele também pega, o importante é fazer funcionar, a sua maneira.

Um ótimo dia para vocês.

20120920-140752.jpg

 

Read Full Post »

 

Neste ultimo dia de Beto Carrero decidimos uma estratégia simples, na parte da manhã iríamos a todos os shows da Dream Works, ou seja os personagens do Madagascar, do Shrek e do kung Fu Panda, para isso acordamos bem cedo e as 9 hrs em ponto já estávamos na porta do parque.

Aproveitamos na entrada um guichê com mapas e programações do dia, enquanto esperávamos já traçamos as rotas no mapa de acordo com os horários dos shows, já que cada show aconteceria em um ponto oposto do parque. Aproveitamos e tiramos algumas fotos, entre elas os cavaleiros de Excalibur.

Claro que meu pai não iria perder a oportunidade de uma foto diferente, com a espada do rei Arthur e ao lado da rainha.

Após as sessões de fotos, partimos para dentro do parque, pegamos novamente o carrinho para minha filha e nos dirigimos para a primeira apresentação que seria na Vila Germânica, lá deveríamos encontrar o  Shrek. Estávamos adiantados e por insistência do meu filho por mais emoção no passeio, topamos ir no Dum- Dum, uma montanha russa level 3.

Emocionante, inclusive minha filha foi comigo, neste momento já estava preparado para novas emoções. Após 3 voltas resolvemos voltar,  pois minha filha já estava impaciente, mas antes resolvemos liquidar mais uma atração infantil, algo de mundo mágico ou seja qual for o nome, a atração consiste em um barquinho, navegando no interior de uma montanha, lotada de personagens parecidos com Legos e Playmobil, todos cantando e dançando, vestidos de soldadinhos, índios entre outros temas, no fundo aquelas músicas típicas da Disney, resumindo, para crianças abaixo de 6 anos.

Agora já estava na hora do show da Dream Works.

Chegando na Vila Germânica vimos que na verdade o próximo show aconteceria na entrada do museu do Beto Carrero, disparamos para lá e chegamos junto dos personagens do Madagascar. estavam eles, a Hipopótamo, os Pinguins , aquele bicho estranho com olhos enormes e outro que também não sei o nome.

Depois enquanto almoçávamos, encontramos o resto da turma, o Leão Alex e os pinguins.

Pronto minha filha estava em outra sintonia já, neste momento ela definitivamente entrou na fantasia do parque, até então era um parque de diversões, brinquedos diferentes, novidades, mas agora ela estava vendo os personagens da TV, para ela eram eles ali.

Após algumas fotos aproveitamos para ver os estábulos , na busca pelo Faísca, o cavalo branco do Beto Carrero, demos azar ele tinha vindo para o Rio de Janeiro para participar do Criança Esperança.

Acabamos encontrando alguns personagens do show que iria começar, além de pegar o Rei despido dos seus trajes reais.

Após um rápido giro no estábulo corremos para a praça para finalmente ver o Shrek. Agora aqui cabe um adendo, na verdade não são shows, são somente fotos com os personagens, ele chega posa para as fotos e quem viu, viu, quem chegou atrasado, só na próxima sessão de fotos.

O local destas fotos seria ao lado de um coreto, isso mesmo, uma réplica de coreto. Enquanto esperávamos, descobrimos uma réplica de Taberna Germânica, e consequentemente uma caneca de cerveja, saúde.

De repente, minha filha começa a gritar e apontar para um gigante verde e um gato de chapéu vindo em nossa direção, minha esposa parecia uma criança, não sei quem estava pulando mais alto naquele momento, mas eram eles o Shrek e o Gato de Botas, perfeito, realmente você entra no clima, muito bom, eu tenho que confessar que também adorei estar ali, acho que todo mundo é contagiado com o clima de magia, acho que todos viram crianças mesmo.

E logo em seguida já encontramos o Kung Fu Panda, como são iguais ao filme.

Pronto, missão cumprida! Todos os bichos registrados, minha filha feliz, agora poderíamos comer alguma coisa antes de continuar, já era quase 13 hrs e meus filhos pediram para comer alguma coisa.

DICA: Existe um restaurante em frente ao museu do Beto Carrero chamado Atalyba, uma ótima opção, custo benefício excelente, trata-se de um buffet, sai mais em conta que comer junkie food na praça de alimentação.

Fomos atendidos pelo dono do restaurante, atendimento carinho e especial.

Após parada para comer ( Só as crianças comeram, decidimos não arriscar, já que eles queriam ir nas montanha russas), partimos para brinquedos radicais e emocionantes. Meu filho estava doido para ir conhecer a Ilha dos Piratas, achei uma ótima ideia, devia ser emocionante, eu sou fã dos filmes de Piratas e se na ilha tivesse atrações tão bem feitas com as que vimos até agora seria perfeito.

Esta segunda parte escreverei no próximo post, espero que gostem e seja de grande ajuda.

E la vamos nós, para chegar a ilha existe uma ponte de madeira muito legal.

 

Read Full Post »

A Vida como ela é ..... Simples assim!

Espaço destinado a mostrar a vida, simples como ela deve ser......

Blog do Churrasco - O original

Tudo que você queria saber sobre a arte de fazer Churrasco

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

%d blogueiros gostam disto: