Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Crítica’ Category

Desrespeito ao próximo

Mais facilmente se julgaria um homem segundo os seus sonhos do que segundo os seus pensamentos

(Victor Hugo)

 

         Não sei se acredito em coincidência, mas parece que a conversa que tive anteriormente com meu amigo se tornaria um prólogo do que eu presenciaria mais uma vez,  um exemplo de adulto que não teve educação ou exemplos em casa.

Alguém aqui já se sentiu um idiota em algumas situações?  Porque algumas pessoas insistem em preencher a pagina de suas vidas e consequentemente das  nossas vidas com atitudes grotescas e desrespeitosas ? Será que as pessoas tem a noção que o direito delas termina onde começam a dos outros?

Como estava contando fui a padaria e me dirigi ao balcão de frios, fiquei aguardando minha vez  em uma fila imaginária, sim, imaginária pois foi criada aleatoriamente pelas pessoas que iam chegando e esperavam sua vez. Acontece que chegou um indivíduo, passou por todo mundo e sem hesitar fez seu pedido como se estivéssemos ali brincando de estátua ou que não tínhamos nada para fazer e decidimos formar uma fila somente para ficar  olhando o pessoal do balcão da padaria  ficar cortando frios!

Eu sou um cara pacato e dificilmente me altero com estas coisas, mas parei para pensar como ultimamente venho me sentindo um idiota. As pessoas não estão sendo respeitadas, seja no trânsito, nos supermercados ou nas padarias.    O que leva uma pessoa a pensar que é mais importante que você? Grana? Status? Idade? Pressa? Estamos já ha algum tempo vivendo uma época onde as pessoas são na sua grande maioria uns mal educados,  produtos de uma sociedade carente. Diariamente convivemos com o desrespeito e a falta de educação. É impossível não levantar novamente a bandeira da família.

Já vivemos em um mundo com tanto estresse e intolerância que este comportamento hostil em muitos casos é a gota que transborda e muitas vezes acabam em tragédia. Abra a página do jornal e veja as tragédias que foram incitadas de maneira pífia, por motivos banais,  seja em casa, no trânsito ou no trabalho, não precisa se restringir ao nosso país ou a nossa cidade, quantos casos de desrespeito vemos por aí  por conta de credo, raça e outras coisas que se transformaram em tragédias.Novamente eu penso que devemos rever os conceitos que estamos passando aos nossos filhos.

E quanto as pessoas que já estão soltas fora da jaula, ao nosso lado? Infelizmente a única medida cabível é a punição, parece uma coisa extrema, mas na verdade é a ponta do iceberg pois  se a sociedade não mostrar as pessoas que existe o certo e o errado, e o errado ” ficará de castigo”, qual a finalidade das regras sociais? As consequências desta falta de punição , esta impunidade, é o já enxergamos no dia a dia , mas  a que ponto chegaremos? Esperaremos até quando? Portanto pare e pense: Qual educação você dá ao seus filhos ? Qual o exemplo que você demonstra?  O que você ensina ao seu filho? A malandragem ou o respeito ao próximo?

Não é fácil manter o equilíbrio no dia a dia, parece que as coisas que deveriam ser básicas ou simples como a cordialidade e a educação, passaram a ser raridades. Não deixe a vida educar seus filhos, ensine a eles o que é certo, diga a eles de maneira firme: Não fure fila! Não avance o sinal! Não queime índios ou mendigos! Não atravesse o carro no cruzamento! Não desrespeite a pessoa por conta da sua cor ou da sua condição financeira!

Não sei você, mas eu cansei de fazer papel de idiota e ficar com aquele sentimento de inferioridade perante algumas situações enquanto os ” espertos” ficam impunes.

Anúncios

Read Full Post »

20121008-134421.jpg

Guardador de carro, vulgo Flanelinha.
Oficializaram a profissão do flanelinha no intuito de ajudá- los e organizar e manter as vagas de acordo com as leis de trânsito, trazendo mais um serviço para a população. Será?

A denominação “flanelinha” faz menção à flanela (tecido felpudo) que muitos destes trazem a mão para facilitar a sua identificação pelos motoristas. Atualmente o termo é comumente empregado para referir-se aos guardadores que atuam em desacordo com os ditames legais e são habituais praticantes de abusos, os quais se tornaram um grande problema nos centros urbanos.

Em Portugal o flanelinha é conhecido como “arrumador de carros” ou simplesmente “arrumador”. Na Espanha a figura é denominada “aparcacoches ilegales”, sendo ainda apelidada de “gorrillas”“. Esse países (e muitos outros) também enfrentam, como o Brasil, inúmeros inconvenientes decorrentes da atividade, que já se tornou uma questão de segurança pública em razão de sua constante associação com outras formas de delinquência.

Segundo o jornal O Globo, a atividade de guardador de veículos no Brasil teve origem no governo de Getúlio Vargas com o objetivo de dar emprego aos ex-combatentes (pracinhas) que
retornavam ao país sem qualquer ocupação . Tratou-se de uma medida populista típica da política trabalhista deste ex-presidente que, justamente por ações como essa, era chamado por seus simpatizantes de “pai dos pobres”.

Apesar de bem intencionada, a medida não levava em conta as implicações negativas advindas da criação deste novo ofício. Para dar solução a um problema imediato específico, criou-se uma atividade que sequer se fazia necessária e que, a longo prazo, contribuiu para o incremento da sensação de insegurança nas grandes cidades. Os objetivos iniciais da criação do ofício não foram atingidos visto que não foram os heróis de guerra que o exerceram, mas sim toda sorte de desempregados, crianças, delinquentes habituais e os moradores de rua.

No Rio foram legalizados alguns guardadores e outros contratados para prestar serviço junto aos cidadãos em nome da prefeitura Municipal. Não adiantou nada, pois se transformou em um comércio ilegal de Vagas.. Hoje tem gente vendendo ” ponto” por 15 mil reais. Existe uma tabela onde a pessoa pode sublocar sua” Rua de trabalho” cobrando até R$ 70,00 por dia. Da para acreditar?

A bagunça esta instaurada na cidade. A lei da selva ainda prevalece nas vagas certas. Não temos garantia contra roubo, furto, arranhões e amassados. Somos extorquidos diariamente , em alguns lugares temos que pagar duas vezes pela vaga, mesmo ela sendo por período integral, não podemos sair e retornar usando o mesmo bilhete, de acordo com o flanelinha – “se usar mesmo talão quebra chefia, este bilhete é do outro rapaz”.

A malandragem corre souta, as artimanhas cada vez mais escrachadas, tamanha a impunidade. Para tirar proveito do ” cargo” flanelinha do governo, cada dia tem uma novidade.

O talão tem que ser preenchido na hora pelo embaixador do local, vulgo guardador, mas o que acontece é diferente , o talão já vem preenchido com outra placa, dia e hora, aí de você se reclamar. Esta malandragem sai cara pois o guarda multa ao constatar que o talão não pertence aquela placa.

A cara de pau não acaba aí, quando estamos saindo ainda somos coagidos a entregar a folhinha usada ou a re-reaproveitada: ” vai usa a folhinha aí tio?”.

Os serviços oferecidos não acabam,é lavagem de carro, pacote semanal, planos de vagas mensal, parece ate pacote de operadora de celular. E o troco então? Se eu pudesse ajudar com um conselho seria : ” tenha sempre dinheiro trocado”, pois eles sempre ficam te devendo um real ou mais, pois nunca tem troco.

As ruas se transformaram em territórios sem lei, ou melhor com leis próprias , lei da selva. Os direitos são dados e transformados de acordo com a necessidade deles, mas e os deveres que eles deveriam ter conosco? São simples estes direitos, não queremos muito, que tal eles pelos menos não deixar sentarem no capo do carro, não parar os carros grudados um no
outro, não colocar copos de cerveja no aerofólio, ajudar na entrada e saída das vagas.

É pedir muito??

Read Full Post »

20121008-134421.jpg

Guardador de carro, vulgo Flanelinha.
Oficializaram a profissão do flanelinha no intuito de ajudá- los e organizar e manter as vagas de acordo com as leis de trânsito, trazendo mais um serviço para a população. Será?

A denominação “flanelinha” faz menção à flanela (tecido felpudo) que muitos destes trazem a mão para facilitar a sua identificação pelos motoristas. Atualmente o termo é comumente empregado para referir-se aos guardadores que atuam em desacordo com os ditames legais e são habituais praticantes de abusos, os quais se tornaram um grande problema nos centros urbanos.

Em Portugal o flanelinha é conhecido como “arrumador de carros” ou simplesmente “arrumador”. Na Espanha a figura é denominada “aparcacoches ilegales”, sendo ainda apelidada de “gorrillas”“. Esse países (e muitos outros) também enfrentam, como o Brasil, inúmeros inconvenientes decorrentes da atividade, que já se tornou uma questão de segurança pública em razão de sua constante associação com outras formas de delinquência.

Segundo o jornal O Globo, a atividade de guardador de veículos no Brasil teve origem no governo de Getúlio Vargas com o objetivo de dar emprego aos ex-combatentes (pracinhas) que
retornavam ao país sem qualquer ocupação . Tratou-se de uma medida populista típica da política trabalhista deste ex-presidente que, justamente por ações como essa, era chamado por seus simpatizantes de “pai dos pobres”.

Apesar de bem intencionada, a medida não levava em conta as implicações negativas advindas da criação deste novo ofício. Para dar solução a um problema imediato específico, criou-se uma atividade que sequer se fazia necessária e que, a longo prazo, contribuiu para o incremento da sensação de insegurança nas grandes cidades. Os objetivos iniciais da criação do ofício não foram atingidos visto que não foram os heróis de guerra que o exerceram, mas sim toda sorte de desempregados, crianças, delinquentes habituais e os moradores de rua.

No Rio foram legalizados alguns guardadores e outros contratados para prestar serviço junto aos cidadãos em nome da prefeitura Municipal. Não adiantou nada, pois se transformou em um comércio ilegal de Vagas.. Hoje tem gente vendendo ” ponto” por 15 mil reais. Existe uma tabela onde a pessoa pode sublocar sua” Rua de trabalho” cobrando até R$ 70,00 por dia. Da para acreditar?

A bagunça esta instaurada na cidade. A lei da selva ainda prevalece nas vagas certas. Não temos garantia contra roubo, furto, arranhões e amassados. Somos extorquidos diariamente , em alguns lugares temos que pagar duas vezes pela vaga, mesmo ela sendo por período integral, não podemos sair e retornar usando o mesmo bilhete, de acordo com o flanelinha – “se usar mesmo talão quebra chefia, este bilhete é do outro rapaz”.

A malandragem corre souta, as artimanhas cada vez mais escrachadas, tamanha a impunidade. Para tirar proveito do ” cargo” flanelinha do governo, cada dia tem uma novidade.

O talão tem que ser preenchido na hora pelo embaixador do local, vulgo guardador, mas o que acontece é diferente , o talão já vem preenchido com outra placa, dia e hora, aí de você se reclamar. Esta malandragem sai cara pois o guarda multa ao constatar que o talão não pertence aquela placa.

A cara de pau não acaba aí, quando estamos saindo ainda somos coagidos a entregar a folhinha usada ou a re-reaproveitada: ” vai usa a folhinha aí tio?”.

Os serviços oferecidos não acabam,é lavagem de carro, pacote semanal, planos de vagas mensal, parece ate pacote de operadora de celular. E o troco então? Se eu pudesse ajudar com um conselho seria : ” tenha sempre dinheiro trocado”, pois eles sempre ficam te devendo um real ou mais, pois nunca tem troco.

As ruas se transformaram em territórios sem lei, ou melhor com leis próprias , lei da selva. Os direitos são dados e transformados de acordo com a necessidade deles, mas e os deveres que eles deveriam ter conosco? São simples estes direitos, não queremos muito, que tal eles pelos menos não deixar sentarem no capo do carro, não parar os carros grudados um no
outro, não colocar copos de cerveja no aerofólio, ajudar na entrada e saída das vagas.

É pedir muito??

 

Read Full Post »

 

Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior.É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!”

Mario Quintana

Um vez me contaram uma história,ela foi se modificando, mudando as versões, se atualizando, mas sua essência se mantem. Vou contar esta história para que vocês entendam aonde quero direcionar este no papo.

Na beira de um riacho, embaixo de uma arvore, estava um matuto pescando, ao seu lado um radinho, uma cerveja e uma rede. Ao redor o barulho de pássaros se confundia com a musica do radinho, era uma paz, uma calma, parecia que nada podia estragar aquele momento, parecia um quadro um momento pleno e definitivo, aquilo era a grande conquista.

Num dado momento, um homem se aproxima e se apresenta com um grande empresário, ele estava procurando terras para um grande resort. Ele pergunta ao home se aquela terra é dele e quantos kg de peixe ele pescava ali. O homem meio sem entender onde iria levar esta conversa e sem a maldade peculiar de alguns aproveitadores ou verdadeiros  ignorantes ele respondeu: ” Estas terras foram deixadas pela minha família, diariamente eu pesco peixe o suficiente para toda minha família.

O homem não muito satisfeito com a simplicidade na resposta do humilde senhor sentado a sua frente, continuou sua arguição:

– ” Olha , com um visual deste, um riacho tão belo e peixe a vontade, poderíamos fazer muito dinheiro, porque não fazemos um acordo?”

Nesta hora o matuto se virou para o empresario sem ainda entender direito para que isso tudo, decidiu perguntar porque ele deveria fazer isso.

O homem deu uma risada maliciosa, zombando da resposta recebida e continuou:

” Olha, com o dinheiro das pessoas vindo a um resort que poderíamos construir aqui somado a pescaria que poderíamos comprar, abriríamos uma empresa lucrativa e poderíamos até expandir para outras regiões, você se tonaria rico e poderoso como eu”.

O matuto coçou a cabeça e perguntou para tudo isso. Neste momento o homem respondeu prontamente sem perceber a ironia do que havia acabado de dizer:

” Ora homem, você sendo um rico empresário não precisaria trabalhar nunca mais, poderia se aposentar você poderia comprar uma casinha na beira de um riacho, e ficar pescando o dia inteiro!”

Pois é, não vou me alongar muita em grandes reflexões nesta história pois sei que cada um irá interpretar de acordo com suas crenças e realidades, agora todos nós devemos parar para pensar um pouco se já não temos o que procuramos, ou melhor, qual o real sentido desta busca.

Vejo diversas pessoas correndo atras do rabo para voltar ao ponto de partida, vejo diversas empresas criando verdadeiros monstros ambiciosos, como se fossem pitbulls, para tornar ambições desenfreadas realidades, e para quem? Para os sócios comprarem seu lugar ao riacho.

As vezes me pego remando contra a maré, querendo deliciar cada minuto de vida, isso mesmo de vida, momentos, momentos estes que o dinheiro não compra.

Li estes dias um livro onde as pessoas dão seu depoimento sobre como foi sua vida e contando quais eram seus arrependimentos , acertos e quais os conselhos que poderiam deixar para quem estava no início da sua jornada. Fiquei feliz de ver que a maioria aconselhava a cuidar mais do seu corpo, dar mais valor a família, saber dividir seu tempo com a esposa e os filhos, viajar, fazer amigos e ajudar ao próximo.

Por coincidência, hoje vi um vídeo bacana, onde o Vlogger conta que perdeu seu padastro recentemente e a falta que ele faz. Ele mostra também que esta feliz de ter tido a chance de dizer a ele o quanto ele foi importante na sua vida e na formação de seu caráter, diz também quantas pessoas ele ajudou e o grande legado que deixou.  Com lágrimas nos olhos ele confidencia que sempre, sempre ele tinha palavras de incentivo e afeto, independente da natureza da situação.  Ele foi mais se manterá presente eternamente por tudo que realizou.

Neste momento, pergunto a vocês: O legado que você esta deixando te deixa feliz? Você já disse as pessoas que ama a importância que elas tem em sua vida? Você tem dado o devido valor as coisa importantes? Como lembrarão de você?

Pense nisso e mude sua atitude perante a vida, só assim poderemos criar uma nova forma de pensar e quem sabe dar condições as pessoas de se livrarem das algemas capitalistas e viciantes das grandes corporações, das obrigações que podam sonhos e nos rebaixa ao conformismo.

Sei que para muitos será um texto ” doido”, para outros um desabafo e quem sabe para muitos um colírio.

Desejo a todos que vivam plenamente, não vivam mais ou menos, não sejam “meio felizes” , não desistam nunca.

Quer saber quanta coisa você ainda não sabe desta vida? Elenquei aqui somente 24 :

01 – O nome completo do Pato Donald é Donald Fauntleroy Duck.
02 – Em 1997, as linhas aéreas americanas economizaram US$ 40.000 eliminando uma azeitona de cada salada.
03 – Uma girafa pode limpar suas próprias orelhas com a língua.
04 – Milhões de árvores no mundo são plantadas acidentalmente por esquilos que enterram nozes e não lembram onde eles as esconderam.
05 – Comer uma maçã é mais eficiente que tomar café para se manter acordado.
06 – As formigas se espreguiçam pela manhã quando acordam.
07 – As escovas de dente azuis são mais usadas que as vermelhas.
08 – O porco é o único animal que se queima com o sol além do homem.
09 – Ninguém consegue lamber o próprio cotovelo, é impossível tocá-lo com a própria língua.
10 – Só um alimento não se deteriora: o mel.
11 – Os golfinhos dormem com um olho aberto.
12 – Um terço de todo o sorvete vendido no mundo é de baunilha.
13 – As unhas da mão crescem aproximadamente quatro vezes mais rápido que as unhas do pé.
14 – O olho do avestruz é maior do que seu cérebro.
15 – Os destros vivem, em média, nove anos mais que os canhotos.
16 – O “quack” de um pato não produz eco, e ninguém sabe porquê.
17 – O músculo mais potente do corpo humano é a língua.
18 – É impossível espirrar com os olhos abertos.
19 – “J” é a única letra que não aparece na tabela periódica.
20 – Uma gota de óleo torna 25 litros de água imprópria para o consumo.
21 – Os chimpanzés e os golfinhos são os únicos animais capazes de se reconhecer na frente de um espelho.
22 – Rir durante o dia faz com que você durma melhor à noite.
23 – 40% dos telespectadores do Jornal Nacional dão boa-noite ao William Bonner no final.
24 – Aproximadamente 70 % das pessoas que leem este texto tentam lamber o cotovelo.

 

Read Full Post »

 

20120924-145626.jpg

Estava tentando imprimir uma segunda via de boleto pela net e não encontrava no site o lugar certo, decidi ligar para a empresa.

No atendimento, expliquei minha duvida e fui informado que deveria entrar em cobranca@xxxx.com.br.

Como assim? Informei que não gostaria de enviar email mas no site imprimir um boleto, ela foi categórica e ainda ficou chateada:

“SENHOR o endereço que o senhor deve ir é cobranca@xxxx.com.br”.

Pois é , vi que ela esta nervosa e não sabia o que fazer, expliquei a ela que aquilo era um email e que eu estava no site e precisava só do caminho para gerar o boleto, ela fazendo barulhos que havia entendido me falou:

“Mas SENHOR como eu disse o SENHOR vai em http://www.xxxx.com.br

Sem perder a paciência , expliquei que já estava no site , mas queria saber onde estava a opção de cobrança. Ela me respondeu como se eu fosse uma ” besta”:

” SENHOR se o senhor já esta no site, basta agora clicar em cobranca@xxxx.com.br”.

Ahhhh desisti.

 

Read Full Post »

Para fechar o dia de ontem, ainda tomei bronca da minha esposa, quando avisei que hoje trocariam os pontos da Net para HD.

Tudo começou com meu vizinho, pois veio nos falar que pagava X por uma infinidade de servicos e canais e este valor era bem menor em relação ao que eu pagava.

Quando constatei que eu pagava caro por pacote inferior , resolvi tirar satisfação com a NET, pronto, ia dar M@&$&@!

20120802-064812.jpg

Liguei para a Net e expliquei o caso do vizinho e para não me alongar demais vou resumir o desfecho : A atendente me convenceu a pagar mais um pouco e ter tudo em HD. Ao desligar achei que estava arrasando, quem dera.

Quando cheguei em casa e contei a novidade, quase teve separação, mas tenho que admitir , eles me enrolaram, pois além de ter aumentado o valor , ainda tinha algumas cobranças indevidas na fatura. E todas as vezes que ligamos para a central de atendimento é um stress , ou seja fiz M…….

Resumindo, minha esposa ligou na Central da Net cuspindo fogo e com os pés no peito do atendente , eu de longe observava seu desempenho orgulhoso, a cada palavra educada que ela soltava para o atendente eu vibrava , e depois de 15 minutos o plano estava trocado por outro superior ao que tinham me vendido e por metade do preço.

20120802-065659.jpg

20120802-072125.jpg

Read Full Post »

Fondue de Pobre

Alguma situações são embaraçosas para uns , mas para outros motivo de piada, sou eu.

Neste caso estava olhando minhas fotos do fim de semana e vi uma especial, que representa a fome. Num jantar intimo com amigos, ao acabar as guloseimas do fondue, apelei .

20120731-214637.jpg

Read Full Post »

Older Posts »

Churrasco do Paulista

(21) 98392-4634

A Vida como ela é ..... Simples assim!

Espaço destinado a mostrar a vida, simples como ela deve ser......

Blog do Churrasco - O original

Tudo que você queria saber sobre a arte de fazer Churrasco

cozinha pra machos

todo mundo pode cozinhar

%d blogueiros gostam disto: