Desempregado

Diário de um desempregado parte 11

20130530-234300.jpg

Passei a ser um Freelancer , prestava consultoria financeira, ajudava minha esposa indicando clientes além de ajudar em casa com as crianças.

Passei também a ter uma tarefa muito gratificante ajudando uma pessoa querida da família que estava fazendo um tratamento no hospital e precisava diariamente de “carona”. Esta carona parecia um altruísmo ou a idéia de estar ajudando uma pessoa querida, mas na verdade eu estava tendo uma ajudado, pois tratava-se de uma pessoa de grande conhecimento e muito agradável, tornando a ” carona” um momento fantástico .

Parar me ajudar ele propôs que ao invés de pegar um taxi, ele preferia ir comigo e me pagaria para isso, imaginou? Agora, estas viagens se tornaram lucrativas e me ajudariam a absorver algumas contas com ela. Além de um passeio fantástico esta carona também se tornou uma ajuda de custo.

Esta pessoa tão especial faleceu, deixará saudades e trará festa para o céu, temos agora mais um anjo.

Já se passaram semanas, fiquei um tempo sem escrever , não sei exatamente porque, acho que escrevendo, lembramos de coisas que nos deixam chateados, quem sabe foi a necessidade de manter distancia de sentimentos ruins que me afastaram um pouco do blog. A sensação é que queremos deixar a energia armazenada, pois parece que estamos rodando na sempre na reserva e precisamos usar somente o necessário .

Foram tantas coisas desde a ultima vez que escrevi, mas como todos dizem tudo acontece após o Carnaval e realmente não é história popular , é assim mesmo.

Após o Carnaval descobri que a vaga que eu aguardava na Instituição financeira tinha sido ocupada e não haviam avisado, simples assim e agora? Tinha uma serie de Cvs na rua, mas tudo no mundo abstrato , nada factível , palpável .

Triste com as notícias e desanimado, recebi uma ótima noticia, um grande amigo, num papo informal , me falou de uma vaga na empresa que era diretor, uma grande empresa de telecomunicações, bingo! Estava aí minha chance! Corri para me inscrever na vaga, e agora era aguardar a movimentação interna dele com as pessoas chaves para conseguir pelo menos uma entrevista. Agora lá estava eu aguardando novamente.

Neste meio tempo minha esposa falou com algumas esposas na porta do colégio de nossa filha e uma delas pediu o Cv para mandar para o Marido, pronto, mais uma frente estava aberta e paralelamente a isso uma grande amiga nossa já havia colocado meu Cv na mochila de uma criança do colégio da qual ela descobriu que o pai era um Diretor de uma grande empresa. As chances estavam crescendo.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s