Desempregado

Diário de um desempregado parte 6

20130416-001216.jpg

No meu caso , sair do emprego foi uma coisa involuntária, embora nos últimos 6 meses os valores da empresa que eu estava tornaram – se inversos as minhas crenças e consequentemente ocorreu um desânimo, mas serviu para tomar rédea da minha vida, de maneira forçada claro .

Esta época não ajuda muito também , pois as empresas em Dezembro não analisam absolutamente nada nesta época , portanto tudo é postergado para Janeiro.

Agora preciso confessar algo, pode parecer ignorância ou preconceito, ou os dois , mas o momento mais estranho, ou a sensação mais estranha que senti foi no ministério do trabalho, quando dei entrada no seguro desemprego, pois tudo era novidade e eu acho que no momento da concessão deste beneficio, a sensação era que estava recebendo um diploma de desempregado, a partir daquele momento eu era oficialmente um desempregado, weird.

Engraçado , o destino prega peças na gente e mais uma vez vejo que quando mais acreditamos que tudo esta encaminhado e direcionado o universo nos prega peças, nos tira da zona de conforto.

Porque esta vã filosofia? Lembrei de uma teoria que estudei muito tempo atras, quando ainda fazia Psicologia, é a teoria do caos, onde é explicado que o próprio caos possui uma lógica e uma organização . Não adianta muito se preocupar quando tudo esta um caos , mesmo depois de você ter feito tudo ao seu alcance para ter sucesso , pois a própria bagunça criada possui uma organização própria e tem como fim a organização.

Após este caos instaurado e a longa espera por 2013, mais precisamente Janeiro, tudo continuou a mesma, uma grande carência de oportunidades , continuo no mesmo barco , o dos desempregados.

Ja se passaram mais 15 dias e a pressão social e pessoal começa a crescer, as nossas forcas emocionais passam a se enfraquecer e começamos a ficar propensos a aceitar “anything” e consequentemente ficamos com os nervos aflorados , emoções prontas para transbordar.

Engraçado , achei que as coisas fosses acontecer de maneira mais rápida , mas as informações se destorcem o tempo inteiro, o que era ” certo” e não tinha como dar errado passam a depender de outros que nunca decidem, as vagas que iam ser preenchidas e também era ” certo” nunca são preenchidas, o nosso CV que sempre é elogiado parece não fazer diferença já que ainda estou aqui escrevendo e não trabalhando.

Não sei ao certo se estou ” over qualify”, me enganando ou se para nós desempregados o tempo passa mais devagar e na verdade as coisas estão acontecendo no tempo correto e nós é que estamos apreensivos , ansiosos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s