Lugares e Pessoas

Descanso e diversão

 

20120917-160302.jpg

Este final se semana eu precisava de um pouco de paz, tomar um bom vinho , um bom papo e ar puro, foi o que encontrei estes dias, obrigados aos meus amigos e minha família que me proporcionaram dias tão especiais.

Tudo começou com uma semana ” do cão”, parecia que eu tinha saído de uma guerra, sexta feira precisava sumir, cheguei em casa já falando :

Vamos sair do Rio de Janeiro urgente! Arrumem as malas! ”

Não dei brecha para a preguiça.

Destino Teresopolis !

Sabem a história de ” Terê”?


Assinatura, aos 6 de julho de 1890, do decreto de elevação de Teresópolis a cidade pelo então governador do Estado do Rio de Janeiro, Francisco Portella, que para ela transferiu a capital do estado por decreto de 5 de outubro seguinte

Antes da chegada dos primeiros portugueses à região da atual Teresópolis, no século XVI, a mesma era habitada por índios timbiras. Em 1583, índios temiminós da tribo de Arariboia receberam uma sesmaria que incluía a atual Serra dos Órgãos. Ao longo dos séculos seguintes, portugueses foram adquirindo sesmarias na região.

A mesma também passou a abrigar, no chamado “Quilombo da Serra”, escravos fugidos das plantações de cana-de-açúcar da Baixada Fluminense. A primeira descrição oficial de Teresópolis foi feita em 1788 por Baltazar da Silva Lisboa, que, em seu relato, descrevia a serra e também a Cascata do Imbuí.

Porém, a região só se tornou mais conhecida a partir de 1821, quando o português de origem inglesa George March adquiriu uma grande gleba e transformou-a em uma fazenda-modelo, com sua sede localizada onde atualmente encontra-se o bairro do Alto.

A fazenda denominava-se “Santo Antônio” ou “Sant’Ana do Paquequer” e acabou por gerar o primeiro povoado de maior importância ao longo do caminho que ligava a Corte à província das Gerais, desenvolvendo, de maneira considerável, a sua agricultura e pecuária e o veraneio da região.

A Família Imperial Brasileira encantou-se profundamente com as belezas naturais e clima desta região serrana, onde, em frequentes visitas e períodos de férias na região, descansava. As origens de Teresópolis datam, portanto, da primeira metade do século XIX.

Lentamente, o povoado foi se desenvolvendo e passando à categoria de Freguesia de Santo Antônio do Paquequer, em 1855.”

Wikipédia

Logo cedo, as 8:30, já estávamos com tudo arrumado esperando nossos amigos para partir.

Preparativos feitos, malas ” atochadas” no carro, família e cachorro a bordo, e lá se vai a caravana “trololó “.

A viagem é rápida,1 hora e meia é o suficiente para chegar ao destino, alguns desvios tipo ” pare – siga “, até podem atrasar um pouco a viagem , mas nada considerável que comprometa a paz de espirito que imperava em todos.

As risadas já começaram no posto, pois enquanto abastecíamos vimos umas pessoas de azul abordando os clientes dizendo: “Revista grátis ! ”

Ok , nesta só se cai uma vez. Eles pedem para ver se você tem cartão e anotam o número sem você se dar conta , quando você vai ver , já tem assinatura de revistas que
nem sabia que existiam, um crime. E para cancelar isso são horas/ dias de briga.

Já na metade do caminho, na serra , minha filha começa a gritar lá do banco de trás : ” Xixi papai, xixi”. E lá vamos
nós para a segunda parada, e para achar na serra um banheiro limpeza mínima para ser usado por uma criança .
Não achamos , mas para evitar um acidente no carro , paramos num ” pé sujo” mesmo. Para vocês terem idéia da qualidade do local, olhem a placa do restaurante divulgando feijoada.

20120917-162902.jpg

Isso mesmo ” belcon e linguça”.

Já na serra tivemos o privilégio de ser abençoados com um dia maravilhoso de sol, um ar puro e uma paisagem linda, revigorante. Na entrada da cidade tem um mirante chamado MIRANTE DO SOBERBO

20120917-171131.jpg

Que tal reunir, na mesma paisagem, o pico Dedo de Deus (1.692 metros), a baía de Guanabara e a cidade de Niterói?

Apesar das paradas, as 10:30 estávamos na porta do apartamento tirando as bagagens do carro e nos preparando para dar uma volta.

Saindo em direção a praça , o único barulho que ouvia era o latido de ódio do meu cachorro, que não ficou feliz de estar preso.

A parte mais atrativa de Teresópolis, na minha opinião, são os restaurantes e a praça na entrada da cidade , onde sempre tem eventos culturais além de brinquedos e um trem animado que da uma volta em parte da cidade, sem falar na famosa feira de artesanatos e roupas confeccionadas por pequenas empresas da região.

20120917-165525.jpg

A Feirinha de Teresópolis funciona aos Sábados, Domingos e Feriados das 10 às 18 horas, na Praça Higino da Silveira, no Bairro do Alto.

20120917-165641.jpg

Já na feira, foi muito difícil conter as mulheres, elas tentavam se desvencilhar e correr para dentro da feira, mas sabíamos que se isso ocorresse, nunca mais as veríamos.

Combinamos ir primeiro ao trem infantil , e depois faríamos compras, desta maneira ficaram mais calmas.

O que seria o Trem? Na verdade é um veiculo adaptado com dois carros, com música infantil e personagens como a Minnie , Homem Aranha, dançando e fazendo acrobacias durante o percurso de 40 minutos.

Muito legal para crianças e adultos também , agrada qualquer idade.

20120917-172921.jpg

Após 40 minutos de ” Eu quero o tchu”, ” Gustavo lima e você ” e ” Ku Duru”, chegamos de volta a praça para alegria e tristeza das mulheres, pois a feira estava terminando, mas deu para deixar elas com gosto de quero mais para o dia seguinte.

À noite, as opções eram varias, decidimos tentar o Sancho Pança, um restaurante mexicano com musica ao vivo. Fazia tempos que não bebia a cerveja Corona e fiquei com agua na boca.

Infelizmente alguns programas são incompatíveis com crianças , mesmo una anjinhos, eles querem brincar e já entrando no restaurante, minha filha foi direto para a bateria no palco, já vi que não ia dar certo, somado ao cardápio um pouco limitado custo x beneficio , decidimos ir a uma churrascaria chamada Novilho de Ouro.

20120917-174531.jpg

Perfeita a escolha , um rodízio de primeira, para comer até cair, as opções do rodízio incluem buffet e comida japonesa, para acompanhar, vinhos diversos com preços ótimos.

20120917-174824.jpg

20120917-174858.jpg

20120917-174842.jpg

20120917-174849.jpg

Resultado do jantar: 2 adultos abraçados cantando, 2 crianças dormindo e esposa motorista guiando, perfeito! Fim do dia.

No dia seguinte, as mulheres 8:30 da
manha já nos tiraram da cama, queriam chegar com a feira abrindo.

Antes das compras um maravilhoso e típico café da manha na Panedoro,
Avenida Oliveira Botelho,n° 238 .

Comemos tudo que tinha direito, de pão na chapa, misto quente, café, suco de laranja à Coca-cola e pao de queijo, foi uma festa.

20120917-180227.jpg

De barriga cheia fomos para a ” feirinha”, que de ” inha” só tem o nome, fizemos o percurso todo em 2 horas, depois nova volta no trem e lindo teatro e pintura.

20120917-211945.jpg

20120917-212001.jpg

O final de semana cumpriu seu papel, obrigado aos amigos que nos acompanharam e S. Pedro que permitiu um final de semana tão lindo.

20120917-212152.jpg

Quem quiser ver o video da viagem segue o link abaixo.

 

6 comentários em “Descanso e diversão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s